Modelo GFACH - Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Administração Comercial Hospitalar - Escepti Serviços Empresariais ( www.escepti.com.br ) - Registrado na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro - Editado pelo autor Enio Jorge Salu

 

Apresentação

 

 

O Modelo GFACH - Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Administração Comercial Hospitalar é uma compilação de fundamentos, conceitos e práticas para gestão estratégica das receitas hospitalares que no Brasil se dividem em 2 sistemas de financiamento: SUS e Saúde Suplementar

 

Desenvolvido com foco na gestão discorre sobre questões práticas no sentido de:

· Preservar a receita hospitalar, evitando perdas;

· Maximizar a rentabilidade hospitalar, aproveitando as oportunidades que as leis, normas e práticas oferecem de mais vantajoso para os hospitais no relacionamento com provedores, clientes, parceiros e fornecedores

 

A íntegra do modelo é descrita detalhadamente no Livro Modelo GFACH, registrado em nome do autor na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. É uma evolução atestada por registros anteriores na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro:

· 08/04/2009: Introdução à Auditoria de Contas Hospitalares

· 01/07/2010: Modelo GACH - Gestão em Auditoria de Contas Hospitalares

· 21/08/2015: Modelo GFACH - Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Administração Comercial Hospitalar

 

 

 

Índice do Livro

 

 

Apresentação      

 

A                         Organização e Financiamento do Sistema de Saúde

 

A.1                      Sistema de Saúde Brasileiro

A.1.1                   Governo

A.1.1.1                 Governo Federal

A.1.1.2                 Governo Estadual / Distrital

A.1.1.3                 Governo Municipal

A.1.2                   Cenário

A.1.2.1                 Atores

A.1.2.2                 Financiamento do SUS

A.1.2.3                 SUS

A.1.2.4                 Saúde Suplementar

A.1.2.5                 Organização do Sistema

 

A.2                      Hospitais Brasileiros

A.2.1                   Origem dos Hospitais Brasileiros

A.2.1.1                 Histórico

A.2.1.2                 Evolução

A.2.2                   Instituições de Maior Relevância p/ o Sistema de Saúde

A.2.2.1                 De Comunidades Filantrópicas

A.2.2.2                 De Instituições Religiosas

A.2.2.3                 Vinculados às Instituições de Ensino e Pesquisa

A.2.2.4                 Vinculados à Cooperativa ou Operadora

A.2.2.5                 Públicos da Administração Direta do Governo

A.2.3                   Missão, Visão e Valores

A.2.3.1                 Exemplos coletados na Internet em 2015

A.2.3.2                 Exemplos coletados na Internet em 2013 e 2015

 

A.3                      Negócio Hospitalar

A.3.1                   Arquitetura Hospitalar

A.3.1.1                 Tipos de Edifícios Hospitalares

A.3.1.2                 Tipos de Leitos Hospitalares

A.3.1.3                 Unidade de Terapia Intensiva

A.3.1.4                 Bloco Cirúrgico

A.3.1.5                 Realidade da Arquitetura Hospitalar no Brasil

A.3.2                   Organização do Hospital

A.3.2.1                 Organograma Básico

A.3.2.2                 Abrangência Comercial

A.3.2.3                 Visão Comercial da Estrutura Organizacional Hospitalar

A.3.3                   Aspectos do Negócio Hospitalar no Brasil

A.3.3.1                 Custeio Típico dos Hospitais Privados

A.3.3.2                 Custeio Típico dos Hospitais Públicos

A.3.3.3                 Volumetria Básica

A.3.3.4                 Receita nos Hospitais com Porta 2

A.3.3.5                 Indicadores Hospitalares Usuais

A.3.4                   Aspectos do Planejamento Hospitalar no Brasil

A.3.4.1                 Cadeia de Valores

A.3.4.2                 Recursos e Capacidades Operacionais

A.3.4.3                 Matriz SWOT

A.3.4.4                 Estratégias

A.3.4.5                 Tendências

 

 

B                         Gestão Comercial Hospitalar

 

B.1                      Posicionamento Estratégico

B.1.1                   Escopo e Abrangência

B.1.2                   Cliente Hospitalar

B.1.3                   Cliente Foco da Gestão Comercial Hospitalar

B.1.4                   Provedor Foco da Gestão Comercial Hospitalar

B.1.5                   Tipo de Atendimento Foco da Gestão Comercial Hospitalar

 

B.2                      Ações para Melhorar o Resultado Comercial

B.2.1                   Inserção no Turismo da Saúde

B.2.2                   Humanização do Atendimento

B.2.3                   Fidelização

 

B.3                      Rotina da Gestão Comercial

B.3.1                   Gestão do Produto Hospitalar

B.3.1.1                 Significado da Conta Hospitalar

B.3.1.2                 Regras Básicas de Remuneração na Saúde Suplementar

B.3.1.3                 Regras Fundamentais de Remuneração do SUS

B.3.1.4                 Pontos de Venda dos Produtos Hospitalares

B.3.1.5                 Destino da Receita Hospitalar

B.3.2                   Gestão dos Preços Hospitalares

B.3.2.1                 Modelo de Remuneração dos Provedores

B.3.2.1.1             SUS (FAEC – MAC – MUT – PAB)

B.3.2.1.2             Saúde Suplementar

B.3.2.2                 Tabelas de Preços na Saúde Suplementar

B.3.2.2.1             Tabela da AMB: CBHPM

B.3.2.2.2             Tabela Brasíndice

B.3.2.2.3             Tabela SIMPRO

B.3.2.2.4             OPME

B.3.2.2.5             Tabela Própria (Hospitalar)

B.3.3                   Regulamentações e Práticas

B.3.3.1                 Definições Relevantes

B.3.3.2                 Padronização (TUSS – TISS – Código ANVISA)

B.3.3.3                 Consignação

B.3.3.4                 Repasse

B.3.3.4.1             Médico

B.3.3.4.2             Fornecedor de OPME

B.3.3.5                 Pacotes

B.3.3.5.1             Protocolo

B.3.3.5.2             Protocolo x (POPs e ROTs)

B.3.3.5.3             Pacote

 

 

C                         Gestão do Faturamento Hospitalar

 

C.1                      Controle das Contas

C.1.1                   Formação das Contas

C.1.1.1                 Controle do Fluxo

C.1.1.2                 Foco

C.1.1.3                 Origem da Receita e Obrigações Implícitas

C.1.1.3.1             Agendamento

C.1.1.3.2             Internação

C.1.1.3.3             Registro de Atendimento Tipo Externo

C.1.1.3.4             Internação Cirúrgica SUS

C.1.1.3.5             Internação Cirúrgica Saúde Suplementar

C.1.1.3.6             Internação Clínica

C.1.1.3.7             Pronto Socorro SUS

C.1.1.3.8             Pronto Socorro e Ambulatório – Saúde Suplementar

C.1.1.3.9             S.A.D.T.

C.1.2                   Apresentação das Contas

C.1.2.1                 Tipos de Contas

C.1.2.1.1             SUS

C.1.2.1.2             Saúde Suplementar

C.1.2.2                 Abrangência da Conta

 

C.2                      Lançamentos nas Contas

C.2.1                   Regras e Práticas

C.2.1.1                 Regras SUS

C.2.1.2                 Regras e Práticas da Saúde Suplementar

C.2.1.2.1             Cálculo do Preço pela Tabela CBHPM

C.2.1.2.2             Hierarquia das Regras

C.2.1.2.3             Diária Hospitalar

C.2.1.2.4             Taxa de Sala

C.2.1.2.5             Taxa de Uso de Equipamento

C.2.1.2.6             Taxa Multidisciplinar

C.2.1.2.7             Gases

C.2.1.2.8             Procedimento / Honorário Médico do Procedimento

C.2.1.2.9             SADT – Exames

C.2.1.2.10           SADT – Procedimentos Terapêuticos

C.2.1.2.11           Insumos: material, medicamento, dieta especial, contraste

C.2.1.2.12           Componentes Humanos: Órgãos, Hemocomponentes, Tecidos

C.2.1.2.13           OPME

C.2.1.2.14           Taxas Hospitalares

C.2.1.2.14           Pacotes

C.2.2                   Gestão dos Lançamentos

C.2.2.1                 Saúde Suplementar

C.2.2.2                 SUS

C.2.2.3                 Nota de Débito, Check-list e Kit

 

 

D                        Gestão da Auditoria de Contas

 

D.1                      Processo

D.1.1                   Pré Remessa

D.1.1.1                Visão Geral

D.1.1.2                Auditoria Concorrente

D.1.1.3                Auditoria Local e Capeante

D.1.2                   Pós Remessa

D.1.2.1                Visão Geral

D.1.2.2                Conciliação e Análise de Glosas

D.1.2.3                Recurso de Glosa na Saúde Suplementar

 

D.2                      Práticas

D.2.1                   Tipos de Glosas

D.2.1.1                Glosa Técnica

D.2.1.1.2             Auditoria Médica

D.2.1.1.3             Auditoria Multidisciplinar

D.2.1.1.4             Prorrogação de Internação e Pós Cirúrgico

D.2.1.2                Glosa Administrativa

D.2.2                   Sobre Identificação e Recurso de Glosa

 

 

E                         Gestão Estratégica

 

E.1                      Base de Dados para Gestão Estratégica

E.1.1                   BI – Business Intelligence

E.1.2                   Informações do BI

 

E.2                      Produção e Produtividade

E.2.1                   Controle do Tempo

E.2.2                   Controle dos Volumes

E.2.3                   Produtividade do Faturamento

E.2.4                   Evolução do Volume de Atendimento e do Faturamento

 

E.3                      Rentabilidade Comercial

E.3.1                   OPME

E.3.2                   Ticket Médio

E.3.3                   Provedores

E.3.3.1                 Tipo de Financiamento SUS

E.3.3.2                 Operadoras na Saúde Suplementar

E.3.4                   Médicos

E.3.4.1                 Estatística de Cirurgias

E.3.4.2                 Ranking de Médicos

E.3.4.3                 Estatística de Cirurgias por Médico

E.3.4.4                 Parceria do Médico com o Hospital

E.3.5                   Perfil de Faturamento

 

 

F                         Informações Complementares

 

F.1                      Cursos de Formação no Modelo GFACH

F.2                      Sobre o autor do Modelo

F.3                      Histórico de Registros na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro

 

Modelo GFACH

 

Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Gestão Comercial Hospitalar

www.gfach.net.br

 

contato@escepti.com.br

Índice de Acesso

SITES RELACIONADOS

Destaques

Vaga de Emprego para Gestor Comercial Saúde Suplementar em São Paulo / SP

Enviar CV com pretensão salarial para contato@escepti.com.br

 

Livro Modelo GFACH

 

Íntegra do conteúdo do Modelo GFACH

 

 

ISBN

Prefixo Editorial:            917645

Número ISBN:                978-85-917645-5-6

 

Título

Modelo GFACH — Gestão em Faturamento, Auditoria de Contas e Administração Comercial Hospitalar

 

Salu, Enio Jorge

2015 – Edição do Autor – São Paulo/SP

 

 

Download gratuito em Formato PDF (20 MB)

 

 

Clique aqui para fazer o download

 

 

 

Havendo interesse em adquirir a versão impressa e encadernada do livro utilize o canal

 

contato@escepti.com.br

 

A versão impressa não é gratuita